Blog

O Futuro das Redes Sociais

O Futuro das Redes Sociais

Esta é uma pergunta que muitos internautas devem fazer todos os dias: será que o Facebook irá trilhar o caminho do Orkut e MSN e “acabar”?

Não é novidade que as redes sociais já fazem parte das nossas vidas, inclusive o Brasil já ultrapassou a marca de 100 milhões de pessoas conectadas à internet e a maioria (leia-se 90%) possui perfil em algum tipo de rede social. Todos os dias este mar de gente utiliza as redes sociais para se relacionar, bisbilhotar o que seus amigos fizeram na noite passada, assistir vídeos do Porta dos Fundos, descobrir quem está namorando com quem e ao mesmo tempo tentam se manter atualizado sobre seus temas favoritos. O que fez o vilão da novela, quanto foi o jogo do seu time e tudo isso sem sair da plataforma. É uma enxurrada de fontes de informações aleatórias, práticas e gratuitas.

É fácil notar que a internet passou a ter um papel importante na geração de conhecimento e aprendizagem do indivíduo, mas será que isso não terá fim? A Kraken acredita que não. As novas ferramentas e tendências estão surgindo cada vez mais fortes e sempre melhorando o que já existe, ou você vai me dizer que não ficou melhor acessar as redes sociais de qualquer lugar através do seu smartphone?

Fim da era Facebook?

É nítido vermos os esforços do Mark Zuckerberg para manter o Facebook soberano. Foram criados novos aplicativos, melhorias na navegação, cruzamento de informações, conteúdo direcionado, sugestão de amigos, porém meu caro “Zuck”, especialistas deram o prazo de CINCO anos para sua brilhante ferramenta entrar no marasmo, iniciar um declínio e despencar, até ser reduzida a pó. Mas vale ressaltar, não é um fato consumado, são hipóteses com base no que ocorreu as outras redes sociais, ou seja, pura especulação.

Quem será o substituto?

Assim como o Facebook, que saiu do quarto de um genial estudante de Harvard, outra rede social poderá ser criada e se tornar um sucesso. Não é possível pontuar quem será o real substituto, mas temos alguns candidatos. O Google Plus está correndo por fora, e todos nós sabemos que o Google não joga para perder. Nos Estados Unidos, G+ é a segunda rede social mais acessada e os usuários elogiam e muito a plataforma. Além do G+, Instagram, Vine e Pinterest estão ganhando cada vez mais força e adquirindo usuários fiéis.

Por fim, o futuro da rede social está nas mãos da inovação. Quem souber inovar, se atualizar e agradar o público ganhará espaço ou, quem sabe, manterá a soberania.


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *